A final da Supertaça de Portugal de voleibol entre Sporting e Benfica ficou marcada por uma carga policial antes do jogo disputado no Pavilhão Municipal da Póvoa de Varzim, avança a edição online do jornal Record.

De acordo com a informação veiculada pelo referido diário desportivo, o corpo da PSP destacado para fazer a segurança do Pavilhão Municipal da Póvoa de Varzim foi obrigada a intervir nas imediações do recinto desportivo devido a confrontos entre adeptos do Benfica e do Sporting.

Segundo relata o jornal Record, os problemas que levaram a PSP a intervir começaram junto à entrada de um dos topos do referido pavilhão quando um grupo de adeptos com adereços alusivos ao Benfica se envolveu numa discussão mais acesa com adeptos do Sporting e abriram hostilidades com o arremesso de garrafas e objetos.

Perante a iminência de confrontos físicos e alertados pelos gritos de pânico dos adeptos do Sporting, as autoridades abriram uma carga policial para dispersar a multidão. O jornal Record garante que a maioria dos adeptos do Sporting eram crianças e mulheres e que após a carga policial os adeptos do Benfica colocaram-se em fuga por um bairro residencial anexo ao recinto desportivo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.