Portugal perdeu hoje por 3-0 com a Grécia, em voleibol feminino, no seu primeiro jogo da poule B da European Silver League, que também integra a Eslovénia e a Estónia.

O jogo decorreu no Portimão Arena, que na quarta-feira volta a receber o torneio, desta vez com o Portugal-Estónia.

A Grécia mostrou-se globalmente mais forte que as voleibolistas lusas, marcando nos parciais 20-25, 17-25 e 19-25.

Portugal entrou bem no jogo (3-1), mas a resposta da Grécia, através dos serviços de Athina Vasilantonaki e dos ataques de Olga Strantzali, não tardou (6-5). Igualadas a 17 pontos, as gregas mostraram-se mais eficazes no ataque e Georgia Lamprousi selou o resultado, 25-20.

Mais fortes e eficazes no serviço e ataque, as helénicas colocaram-se rapidamente em vantagem no segundo ‘set’, com 15-9. Dois blocos de Kavalenka e Aline permitiram que Portugal continuasse na luta, mas as gregas não desarmaram (20-12) e rubricaram, pela mão de Evangelia Merteki, novo triunfo, 25-17.

Boa reação das portuguesas no terceiro ‘set’, a virar o resultado de 3-4 para 6-4, com um ataque de Kavalenka. O equilíbrio manteve-se até meio do parcial, altura em que a equipa azul e branca voltou a acelerar rumo à vitória final, conseguida com 25-19.

Athina Vasilantonaki, com 17 pontos, foi a melhor pontuadora, enquanto Júlia Kavalenka, com 10, foi a portuguesa mais concretizadora.

Francisco dos Santos, treinador de Portugal, mostrou-se satisfeito com a sua equipa: "A Grécia foi mais forte, mas Portugal está a trabalhar bem e demonstrámos que podemos lutar de igual para igual. A Grécia tem duas jogadoras muito fortes no serviço e a nossa receção ressentiu-se. Também errámos muitos ataques: demos cinco pontos sem as nossas adversárias fazerem nada para os merecerem".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.