O Canadá é a primeira seleção apurada para as meias-finais da Taça Davis em ténis, após superar a Austrália por 2-1, nos 'quartos' da competição, que está a decorrer em Madrid.

Foi preciso chegar ao decisivo jogo de pares para se saber quem seguia em frente, e aí a dupla constituída por Denis Shapovalov e Vasek Pospisil impôs-se aos australianos John Peers/Jordan Thompson por um duplo 6-4.

Antes, Pospisil começou por ganhar a John Millman, por 7-6 (9/7) e 6-4, após o que a Austrália ganhou graças a Alex de Minaur, preferido a Nick Kyrgios, vencedor de Shapovalov por 3-6, 6-3, 7-5, então a relançar a partida.

Nas meias-finais, o Canadá vai defrontar o vencedor do embate entre a Rússia e a Sérvia, de Novak Djokovic.

Os outros semifinalistas sairão da outra metade do quadro, que inclui os jogos Grã-Bretanha-Alemanha e Argentina-Espanha.

Este ano a Taça Davis está a ser disputada numa nova fórmula, tendo 18 equipas sido divididas em seis grupos de três. O primeiro de cada grupo, bem como os dois melhores segundos classificados, qualificaram-se para os quartos de final.

Também hoje, mas mais cedo, Djokovic liderou a Sérvia para o apuramento no grupo A, com vitória sobre a França, por 2-1.

Filip Krajinovic derrotou Jo-Wilfried Tsonga por 7-5, 7-6 (7/5) e de seguida 'Djoko' superou Benoit Paire, por duplo 6-3, tornando 'apenas' calendário o jogo de pares, que os gauleses arrecadaram.

Os repescados para os ´quartos´ acabaram por ser Rússia e Argentina, em função dos seus bons resultados de hoje.

Sem Daniil Medvedev, a Rússia teve em Karen Khachanov e Andrey Rublev os seus homens para levar de vencida a Croácia e conseguir um 'set' à anfitriã Espanha, de Rafael Nadal - suficiente para serem os melhores segundos.

Situação idêntica qualificou a Argentina: após o 3-0 ao Chile, assegurou um precioso ponto na derrota ante a Alemanha (2-1) e agora terá a ´missão´ espinhosa de tentar derrotar a Espanha, na sexta-feira.

O horário para sexta-feira foi antecipado uma hora, depois da polémica criada com o final a 'desoras' de muitos jogos, com a 'palma' a pertencer ao Estados Unidos-Itália, que acabou já na madrugada de hoje, depois das 04:00.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.