A tenista australiana Ashleigh Barty vai subir à liderança do ranking mundial, graças à vitória conquistada hoje na final do torneio inglês de Birmingham sobre a alemã Julia Goerges.

Barty, de 23 anos, vai destronar do topo da hierarquia feminina a japonesa Naomi Osaka, que liderava o ranking desde final de janeiro, aproveitando também o facto de a nipónica ter ‘caído’ nos oitavos de final do torneio britânico em relva.

Na final de Birmingham, a ainda número dois mundial superou em dois ‘sets’ Goerges, 19.ª classificada da hierarquia da WTA, pelos parciais de 6-3 e 7-5, num encontro que durou uma hora e meia e lhe abriu

Barty vai tornar-se a segunda australiana a assumir a liderança do ténis mundial feminino, mais de 40 anos depois de a compatriota Yvonne Goolagong-Cawley ter cometido idêntica proeza, em 1976.

“É verdade que pensamos nessas coisas quando somos crianças. Mas eu nem sequer pensava em chegar ao ‘top-10’”, admitiu a tenista australiana.

Depois de um primeiro ‘set’ em que quebrou o serviço da germânica no sexto jogo (4-2) e acabou por vencer o parcial sem dificuldades de maior, Barty foi surpreendida no arranque do segundo, no qual esteve a perder por 3-0.

A campeã deste ano de Roland Garros conseguiu recuperar nos três jogos seguintes e, após quebrar o serviço da adversária no 11.º encontro, segurou a vantagem adquirida e assegurou o triunfo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.