Inglaterra, única campeã mundial do ‘velho continente’ (2005), Irlanda e Itália conquistaram hoje vitórias esperadas e folgadas no terceiro dia da nona edição do campeonato do Mundo de râguebi, no Japão.

Os ingleses superaram Tonga por 35-3, em encontro do Grupo C, os irlandeses venceram a também europeia Escócia por 27-3, em embate do Grupo A, e a Itália impôs-se à Namíbia por 47-22, num jogo do Grupo B.

No encontro que fechou a ronda, em Sapporo, os ingleses desequilibraram o encontro com dois ensaios de ‘rajada’ de Manu Tuilagi, aos 23 e 30 minutos, numa primeira metade concluída já com a seleção da ‘rosa’ a liderar por 18-3.

A seleção do Pacífico ainda tentou reagir no início da segunda metade, mas os ingleses aumentaram cedo a vantagem, com uma penalidade de Owen Farell, e ‘acabaram’ em definitivo com o jogo com um terceiro ensaio, de Jamie George (56 minutos).

O quarto ensaio foi de Luke Cowan-Dickie e valeu aos ingleses um ponto de bónus. Lideram o Grupo C, com cinco, contra quatro da França, vencedora por 23-21 no sábado face à Argentina, que soma um. Estados Unidos, por estrear, e Tonga estão a zero.

Num embate entre europeus, a contar para o Grupo A, a Irlanda não deu hipóteses à vizinha Escócia, num embate disputado em Yokohama que resolveu nos primeiros 40 minutos, que atingiu a liderar por 19-3.

A chave do encontro foi a forte entrada dos irlandeses, que aos 13 minutos já venciam por 12-0, face aos ensaios de James Ryan (cinco) e Rory Best (13).

Na segunda metade, a Irlanda limitou-se a controlar os acontecimentos: apenas conseguiram mais oito pontos, para triunfarem por 27-3, mas deixaram os escoceses a zero.

O agrupamento é liderado, com cinco pontos, pelos irlandeses e o anfitrião Japão, que, na sexta-feira derrotou a Rússia por 30-10. Além de escoceses e russos, Samoa também está a zero, mas ainda não se estreou.

No Grupo B, a Itália dominou a Namíbia, que conseguiu o primeiro ensaio do encontro, para liderar por 7-0, mas, depois, não conseguiu fazer face ao maior poderio dos europeus, liderados pelo capitão Sergio Parisse, no seu quinto Mundial.

Em Osaka, os transalpinos já chegaram ao intervalo a vencer por 21-7 e, na segunda parte, aumentaram a vantagem, para triunfarem por 47-22 e assumirem o comando do agrupamento.

Tomasso Allan (25 minutos), Tito Tebaldi (40), Mattia Bellini (43), Carlo Canna (46), Jake Polledri (69) e Matteo Minozzi (75) concretizaram os ensaios dos italianos.

Na classificação, a Itália soma cinco pontos, contra quatro da Nova Zelândia, que no sábado bateu a África do Sul por 23-13. Os namibianos e os sul-africanos estão a zero, tal como o Canadá, que ainda não se estreou na prova.

A nona edição do Mundial de râguebi prossegue na segunda-feira, com o encontro País de Gales-Geórgia, do Grupo D.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.