Um recorde do mundo nos 100 metros bruços masculinos, conseguido por Adam Peaty, e o fim do reinado de Katie Ledecky nos 400 metros livres, ditado por Ariarne Titmus, marcaram a hoje primeira jornada dos Mundiais de natação.

Em Gwangju, na Coreia do Sul, as primeiras portuguesas a entrar em competição foram Victoria Kaminskaya, Diana Durães e Ana Catarina Monteiro, que ficaram pelas eliminatórias.

Kaminskaya terminou as eliminatórias dos 200 metros estilos, com o 19.º tempo entre as 36 inscritas, Diana Durães concluiu os 400 metros livres no 27.º lugar, e Ana Catarina Monteiro foi a 29.ª entre as 52 presentes nos 100 metros mariposa.

O britânico Adam Peaty nadou a eliminatória dos 100 metros bruços em 56,88 segundos, tornando-se no primeiro a percorrer a distância abaixo dos 57 segundos.

Peaty, o campeão olímpico da distância, que procura o terceiro título mundial consecutivo, melhorou o seu próprio recorde mundial, fixado em 57,10, estabelecido em Glasgow em agosto do ano passado.

O chinês Yan Zibei conseguiu o segundo melhor tempo das eliminatórias, 58,67, a 1,79 segundos de Peaty, marca que lhe valeu o recorde asiático.

Antes de Peaty, a estrela do dia foi a australiana Ariarne Titmus, que colocou fim ao reinado da norte-americana Katie Ledecky, tricampeã mundial e campeã olímpica nos Jogos Rio2016, nos 400 metros livres.

Depois de ter entrado nos últimos 50 metros em desvantagem, Titmus, recordista da distância em piscina curta, nadou a última piscina em 29,51 segundos, contra os 31,34 da norte-americana.

A marca de 3.58,76 minutos valeu a Ariarne Titmus a medalha de ouro, deixando Ledecky com a prata, com a marca de 3.59,97, e a também norte-americana Leah Smith (4.01,29) com o bronze.

Nos 400 metros livres masculinos, repetiu-se o pódio dos mundiais Budapeste2017, com o chinês Sun Yang, envolvido em suspeitas de doping, a conquistar o ouro (3.42,44 minutos), o australiano Mack Horton (3.43,17) a prata e o italiano Gabrielle Detti (3.43,23) o bronze.

Na estafeta de 4x100 metros livres masculinos, os Estados Unidos conquistaram o ouro em masculinos, seguidos da Rússia e da Austrália, que ficaram com a prata e com o bronze, respetivamente.

Em femininos, as australianas dominaram, deixando a prata para as norte-americanas e o bronze para as canadianas.

Na segunda-feira, entram em prova mais quatro dos 10 representantes lusos nos Mundiais: Gabriel José Lopes (ALN-Louzan), nos 100 metros costas, Miguel Duarte Nascimento (Benfica), nos 200 livres, Tamila Holub (Sporting de Braga) e Diana Durães, nos 1.500 livres.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.