Problemas no travão traseiro da KTM de Miguel Oliveira atrasaram o piloto português na qualificação de hoje para o Grande Prémio da Tailândia de MotoGP, onde não foi além da 17.ª posição.

O almadense fez o melhor tempo em 1.31,499 minutos, que o deixou no sétimo lugar da Q1 e fora da segunda sessão, que reuniu os 12 mais rápidos.

Oliveira foi, ainda assim, o segundo melhor dos quatro pilotos KTM presentes nesta 15.ª prova da temporada, terminando a cerca de 150 milésimos de segundo do 14.º classificado.

"Para ser honesto, esta não foi a melhor qualificação. Durante todo o fim de semana tenho-me debatido com o travão traseiro, que nos faz perder alguns décimos de segundo. Não pude rodar tão depressa quanto gostaria", explicou o piloto da Tech3.

Miguel Oliveira mostrou-se "desapontado por esse detalhe" mas promete "fazer o melhor possível na corrida" de domingo.

O francês Fabio Quartararo (Yamaha) fez a ‘pole position', deixando o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) a 106 milésimos de segundo.

O também espanhol Marc Márquez (Honda) sairá da terceira posição, a última da primeira linha da grelha, para um GP que lhe pode dar já o título mundial.

Márquez, que hoje voltou a cair na última volta da qualificação, precisa apenas de ganhar dois pontos ao italiano Andrea Dovizioso (Ducati), que não foi além do sétimo lugar da qualificação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.