A equipa de competição de karting RAC-Racing Academy disponibilizou o camião da equipa (‘Motorhome’) ao Centro de Saúde de Ovar, um equipamento “muito importante” na ajuda ao combate à pandemia da covid-19, segundo o coordenador da unidade de saúde.

Depois de ter recebido relatos de um amigo médico acerca do desespero dos profissionais de saúde em Ovar, o diretor da equipa, Ricardo Costa, disponibilizou toda a logística e sugeriu colocar o camião, que tem uma área de reuniões, refeitório e até um centro de atendimento, à disposição de Vítor Ferreira, coordenador do Centro de Saúde do concelho.

“Colocámos lá a estrutura no dia 28 de março. Pedimos autorização ao presidente da Câmara para entrar no concelho [devido ao cordão sanitário], montámos a estrutura e continua lá. No pavilhão da equipa da Ovarense, foi implementado um hospital de campanha e esse meu amigo médico manifestou que todo o apoio seria pouco. Entre ter o camião parado e as tendas desarmadas, foi [melhor] fazer um ato solidário para com a cidade e o povo de Ovar. Uma questão moral e de bom senso”, afirmou.

Por seu lado, o coordenador indicou que o espaço “foi muito importante”, já que foi usado para fazer “pré-triagem aos doentes”, funcionou também como sala de espera para os utentes e também como sala de reuniões para os profissionais de saúde, nas quais se decidiam as estratégias de grupo.

“Todas as salas que tínhamos estavam ocupadas por consultas relacionadas com a covid-19. Felizmente, a situação da pandemia nesta zona diminuiu e permitiu já não ser necessário utilizar como sala de triagem e agora é mais utilizada como sala de reuniões. A nossa biblioteca e sala de reuniões foram necessárias para zona de vestiário e equipamentos, a ‘Motorhome’ criou-nos uma boa alternativa”, referiu o cirurgião-geral.

O camião vai manter-se nas instalações do Centro de Saúde até sábado, sendo depois necessário encontrar uma alternativa, juntamente com a Câmara Municipal, possivelmente um contentor, já que “os espaços são todos necessários”.

“Não é que seja uma necessidade urgente para tratamento de doentes, mas para a nossa estrutura, para reunirmos e termos um espaço, aquele espaço exterior é extremamente interessante, agradável e útil”, sublinhou Vítor Ferreira.

O médico explicou que o cenário da pandemia está a melhorar no concelho, que mostra “bons indicadores de estabilidade e melhoria” e que agora a “situação está perfeitamente controlada”, já que o número de novos casos tem sido “escasso” e não há óbitos relacionados com a covid-19 há alguns dias.

“Não existem mais alternativas do que o confinamento e isolamento das pessoas. O vírus acaba por se extinguir nas pessoas, o tratamento agora são as pessoas”, concluiu.

Já a RAC-Academy Racing, que conta com 16 pilotos na estrutura, emprestou o equipamento numa altura em que as competições estavam paralisadas, em vez de o “ter parado”, segundo contou o diretor da equipa, que preferiu ajudar e emprestá-lo a “uma situação humanitária e em prol da comunidade daquela cidade”.

“Uma das competições em que estamos presentes será reiniciada em junho, os kartódromos vão abrir no final do mês de maio. Eventualmente, o camião não será preciso antes de dia 16, se for preciso mais uma semana ou duas, também não é problema. Temos outros meios logísticos que para os treinos servem perfeitamente. Em junho, na competição, penso que a estrutura já não será necessária e regresse tudo ao normal”, finalizou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.