O piloto Paulo Gonçalves, que morreu no rali Dakar, foi hoje homenageado por centenas de pessoas, na Praça do Município, em Esposende, onde o corpo fez uma paragem a caminho de Gemeses, onde decorrerá o funeral.

Na praça e nas ruas adjacentes, centenas de pessoas cumpriram um minuto de silêncio, quando o carro fúnebre, que transporta o corpo do piloto desde o aeroporto Francisco Sá Carneiro, chegou ao centro da cidade, onde Paulo Gonçalves nasceu e residiu.

Desde o Porto, o cortejo fúnebre foi acompanhado por centenas de ‘motards’, aos quais se juntaram muitos mais à entrada da cidade de Esposende.

Benjamim Pereira, presidente da Câmara Municipal de Esposende, lembrou que o momento exige “que todos se despeçam de Paulo Gonçalves com o recato e respeito que se impõe”.

O cortejo fúnebre de Paulo Gonçalves, que morreu na sequência de queda na sétima de 12 etapas do Dakar, na Arábia Saudita, seguiu para a freguesia de Gemeses, onde o corpo ficará em câmara ardente, a partir das 16:00, estando o funeral agendado para sexta-feira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.