O norte-americano Shaun Torrente (Abu Dhabi) conquistou hoje a ‘pole position’ para o Grande Prémio de Portugal de F1 de motonáutica, que se realiza no domingo, em Portimão, tendo o português Duarte Benavente conseguido a 13.ª posição.

O campeão do mundo em título fez a sua melhor volta na terceira fase de qualificação para o Grande Prémio de Portugal ao rodar em 42,58 segundos, a um segundo do recorde no circuito de Portimão (41,68), que Torrente alcançou no ano passado.

Vencedor da corrida portuguesa e detentor da ‘pole’ em 2018, Torrente repetiu a proeza e vai partir da primeira posição da grelha pela segunda vez consecutiva em Portugal, naquela que vai ser a oitava ‘pole’ da sua carreira.

Na segunda posição da grelha vai sair o seu companheiro de equipa Thani Al Qemzi que fez mais oito centésimos de segundo, logo seguido da norueguesa Marit Stromoy (Emirates Racing), que ficou a 28 centésimos.

Já o único português em prova, Duarte Benavente (F1 Atlantic) fez o 13.º melhor tempo na primeira fase de qualificação, com 47,05 segundos, registo que o afastou da possibilidade de disputar a segunda das três qualificações.

Na primeira qualificação em que participam todos os pilotos, são apurados os 12 melhores tempos para a segunda, sendo a terceira qualificação e atribuição da ‘pole’ disputada pelos seis pilotos com o melhor registo.

O tricampeão mundial Philippe Chiappe, que tem o melhor registo de pódios conquistados em Portugal, com três vitórias em corridas - uma no Porto (2015) e duas consecutivas em Portimão (2016 e 2017) e um terceiro lugar (2018), alcançou o quinto posto da grelha, a 1,31 segundos de Torrente.

A corrida do Grande Prémio de Portugal de F1 de motonáutica, ronda de abertura do Mundial, está marcada para domingo, às 15:30, no estuário do rio Arade, em Portimão.

O Grande Prémio de Portugal de motonáutica integra ainda a classe Fórmula 4-S, considerada uma categoria de iniciação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.