A embaixada da Rússia na Guiné-Bissau deu hoje duas toneladas de equipamento e materiais de desporto à federação guineense de taekwondo no âmbito do reforço da cooperação entre os dois países.

O material foi doado pela União de Taekwondo da Rússia, que assinou no ano passado com a sua homóloga guineense um acordo de cooperação para apoiar o desenvolvimento daquela modalidade olímpica no país.

"Hoje em dia a nossa cooperação está a desenvolver-se de modo estável e construtivo, ressaltamos com muita satisfação que os últimos anos foram marcados pela intensificação dos laços entre a Rússia e a Guiné-Bissau, afirmou o embaixador da Rússia em Bissau, Alexander Egorov, expressando o seu contentamento por ter sido possível impulsionar, no ano passado, o "desenvolvimento de uma nova área da cooperação bilateral desportiva".

Segundo o embaixador, a Rússia está disponível para apoiar o desenvolvimento daquela modalidade olímpica na Guiné-Bissau, para que os atletas possam competir nos campeonatos internacionais ao mais alto nível.

O presidente da Federação de Taekwondo na Guiné-Bissau, Issufo Camará, disse que o apoio da Rússia é indispensável para desenvolver a modalidade em todo o território nacional.

"Agradecemos a prontidão com que nos foram doadas duas toneladas de equipamento desportivo", afirmou Issufo Camará, salientando que a Rússia também pagou a quota da Guiné-Bissau junto da Federação Mundial de Taekwondo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.