Os portugueses Tiago Apolónia, Diogo Chen, Jieni Shao e Fu Yu foram hoje bem-sucedidos na estreia do Open da Hungria em ténis de mesa, enquanto Diogo Carvalho perdeu em singulares e pares.

Diogo Carvalho ainda afastou o esloveno Peter Hribar com 4-1 (11-5, 14-16, 11-8, 11-5, 11-4), porém, na segunda ronda, encontrou Tiago Apolónia, que se impôs por 4-0 (11-8, 11-9, 11-7 e 12-10) e quarta-feira defronta o ucraniano Yaroslav Zhmudenko.

Diogo Chen ultrapassou o brasileiro Eric Jouti com 4-2 (11-3, 11-7, 11-13, 9-11, 13-11, 11-7) e vai encontrar o austríaco Robert Gardos.

Em pares, Diogo Carvalho e Diogo Chen foram afastados pelos iranianos Nima Alamyan e Noshad Alamyan, por 1-3 (5-11, 8-11, 11-7 e 8-11).

No setor feminino, Jieni Shao ultrapassou, sem problemas, a checa Aneta Siruckova com 4-0 (11-8, 11-8, 11-5 e 11-8), sendo que a espanhola Sofia-Xuan Zhang será a próxima adversária.

Fu Yu foi dispensada da primeira ronda e vai iniciar a participação frente à Bielorrússia Nadezhda Bogdanova.

Em pares, a dupla lusa ganhou às sérvias Tijana Jokic/Andrea Todorovic por 3-0, com 11-1, 11-5 e 11-4, indo agora encontrar as suecas Filippa Bergand e Linda Bergstrom.

Portugal vai competir em Tóquio2020 com a equipa masculina – dois dos três atletas podem disputar a prova de singulares - enquanto Fu Yu é a única com a qualificação garantida no feminino, ao ser medalha de ouro nos Jogos Europeus de 2019, em Minsk.

De 28 a 31 de maio, em Doha, é a derradeira oportunidade para Portugal qualificar mais mulheres, na prova individual, tendo cada país acesso a um máximo de duas vagas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.