A atiradora Joana Castelão falhou hoje a final da prova de tiro a 10 metros dos II Jogos Europeus, ficando no 18.º lugar entre 30 atletas, quando precisava de estar nas oito melhores em Minsk.

Joana Castelão totalizou 569 pontos, numa prova em que a polaca Klaudia Bres foi a primeira, com 578.

A atiradora portuguesa começou muito bem e esteve em posição de classificação até à quarta de seis séries de tiros, mas nas duas últimas, nas quais já estava pressionada pelo tempo, comprometeu com 93+91: antes, tinha feito 96+94+98+97.

Antes, João Costa, medalha de prata em Baku2015, foi 10.º, a partilhar a nona posição com o alemão Christian Reitz, ficando a uma décima da qualificação: concluiu com 578 pontos (94+98+95+96+98+97), quando precisava de 579.

No primeiro dia de competição, Portugal garantiu três medalhas, a de bronze pela ‘inevitável’ Telma Monteiro e uma prata e um bronze pelo trio da ginástica acrobática - Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia -, no exercício dinâmico e no equilíbrio, em Minsk.

Em Baku2015, na estreia dos Jogos Europeus, Portugal amealhou três medalhas de ouro, quatro de prata e três de bronze, pecúlio que lhe valeu o 18.º lugar entre 50 países.

Nestes II Jogos Europeus, que reúnem 4.000 atletas de 50 países em 15 desportos, Portugal compete com 98 elementos em atletismo, badminton, futebol de praia, canoagem, ciclismo (estrada, contrarrelógio e pista), ginástica (artística, trampolins, aeróbica e acrobática), judo, karaté, lutas amadoras, tiro, tiro com arco, tiro com armas de caça e ténis de mesa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.