A Federação Italiana de Motociclismo (FMI) suspendeu até 01 de março todas as competições agendadas em várias regiões no país como medida de precaução, devido ao surto do coronavírus Covid-19, anunciou hoje o organismo.

Pelo menos, até final do mês, Lombardia, Veneto, Emília-Romanha, Piemonte e Lácio, todas regiões no norte de Itália, não irão receber qualquer prova de motociclismo.

“Esta paragem irá durar até ao próximo dia 01 de março como medida de prevenção e como forma de proteger e vigiar a saúde de todos os participantes”, lê-se no comunicado da FMI.

No râguebi, dois jogos do Pro14 (competição entre equipas britânicas, italianas e sul-africanas), que estavam agendados para o próximo fim de semana e incluíam emblemas italianos, foram adiados.

Já no último fim de semana, quatro jogos da Série A de futebol (Torino-Parma, Atalanta-Sassuolo, Verona-Cagliari e Inter Milão-Sampdoria) foram adiados por causa do coronavírus.

As autoridades italianas anunciaram hoje a quinta morte devido ao novo coronavírus, que até ao momento infetou pelo menos 219 pessoas no país.

Esta quinta vítima mortal é um homem de 88 anos, da localidade de Caselle Landi, que morreu na Lombardia, segundo o líder da Proteção Civil, Angelo Borrelli.

As outras quatro vítimas mortais do Covid-19 em Itália eram igualmente pessoas de idade avançada e pelo menos três delas sofriam de outras doenças.

Itália é o país da Europa com mais casos de infeção pela nova estirpe de coronavírus e o quarto a nível global.

O surto de Covid-19, que teve origem na China, já infetou mais de 79.000 pessoas em todo o mundo, segundo os números das autoridades de saúde dos cerca de 30 países afetados.

O número de mortos devido ao coronavírus subiu para 2.592 na China continental, contabilizando ainda mais de 75 mil infetados, quase todos na província de Hubei.

Além das vítimas mortais na China continental, já houve também mortos no Irão, Japão, na região chinesa de Hong Kong, Coreia do Sul, Itália, Filipinas, França, Estados Unidos e Taiwan.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.