Declarações de Renato Garrido, treinador da Oliveirense, após a vitória por 5-2 frente ao Benfica, na final da Taça de Portugal de hóquei em patins, em Oliveira de Azeméis.

"Queríamos muito ganhar. Ao contrário do que perguntam, este troféu não é salvar uma época porque trabalhamos diariamente para os objetivos e sabemos que no final só ganha um. No campeonato não conseguimos, mas fomos o mais longe possível e tivemos a possibilidade de disputar esta final com um adversário de grande respeito.

Houve uma grande atitude dos jogadores, contrariámos um Benfica com uma defesa difícil. Não é fácil jogar contra uma equipa que desgasta o jogo todo, mas hoje fomos realmente muito assertivos na finalização.

É um prémio para todos nós, patrocinadores, direção e este público fantástico, que quando aparece em grande número torna-se no sexto jogador. O objetivo é estar aqui no próximo ano, final da Taça, lutar pelo campeonato e chegar mais longe da Liga Europeia.

Falar do campeonato era extenso, mas esta Taça é um prémio muito grande para eles [jogadores]. Este ano ainda não tínhamos vencido nenhum 'grande', hoje conseguimos e ganhámos a Taça de Portugal, com mérito. Tivemos muito respeito pelo adversário e talvez por isso conseguimos conquistar a Taça.

Queremos que [esta conquista] seja um desbloqueio [psicológico], queremos vencer a Supertaça no próximo ano e queremos estar perto das conquistas. Queremos lutar pelo campeonato, pela Liga Europeia e Taça de Portugal, porque é o que nos pedem. Foi o que nos pediram quando viemos e transmitimos isso às pessoas e que nos vejam como um grande. Não é fácil um clube como a Oliveirense terem as modalidades e o futebol a disputar títulos nacionais."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.