A edição deste ano da Liga Europeia, que arranca sábado, conta com a participação de duas equipas portuguesas, o campeão FC Porto e os açorianos do Candelária, estes últimos incluídos no Grupo B da competição.

A primeira fase da prova disputa-se em quatro grupos de quatro equipas, em que se apuram para a final a seis os vencedores de cada grupo, mais as duas equipas que saírem do "plauy-out" dos segundos classificados.

A ausência do Viareggio no Grupo D e a inclusão do Cronenberg motivou uma reclamação da Federação Italiana, que conhecerá, no dia 28 de Novembro, a decisão final do Comité Central da CERS, organismo que tutela o hóquei em patins europeu.

Os italianos alegam na sua queixa que estão no "ranking" europeu de clubes uma posição acima da ocupada pelo Cronenberg, pelo que deveriam ter sido incluídos nos 16 lugares da Liga Europeia.

Participam na competição 16 clubes, entre os quais os campeões nacionais de cada país, o campeão em título da Liga dos Campeões, o vencedor e o clube finalista da Taça CERS 2008/2009, enquanto as restantes equipas, até completar o numero total de participantes, foram determinadas pela sua posição no “ranking” europeu de clubes.

Franklim Pais, treinador do FC Porto, referindo-se a esta polémica, já alertou que, caso o Viareggio seja incluído no Grupo D, as dificuldades de apuramento para a final a seis vão aumentar.

“Se o Viareggio entrar no grupo é mais um candidato, não desprezando o valor das equipas alemãs”, disse o técnico.

Assegurar o primeiro lugar, que dá passagem directa para a final a seis, é o objectivo dos portistas, que assumem o favoritismo.
“Em todas as provas entramos para vencer e, para já, o objectivo é assegurar o primeiro lugar do grupo. O FC Porto é um dos favoritos para estar presente na fase final”, assumiu Franklim Pais.

Os “dragões” recebem na primeira jornada os alemães do ERG Iserlohn, enquanto os açorianos do Candelária deslocam-se à Alemanha para defrontar o RSV Weil, equipa que actua no campeonato suíço.

“O Weil é um clube alemão que joga no campeonato suíço. A equipa funciona à base de um internacional suíço (Samuel Wenger) e está de certa forma desfalcada, depois de na época passada ter sido campeã”, revelou à Agência Lusa Paulo Baptista, treinador da equipa insular.

O Candelária está inserido num grupo B formado ainda pelos espanhóis do Réus, campeões europeus em título, e do Nóia. Paulo Baptista tem noção das dificuldades, mas acredita nos argumentos da sua equipa.

“Queremos ir à final a seis. Temos argumentos e não podemos falhar em todos os jogos. Os adversários espanhóis são de grau de dificuldade maior, mas nós acreditamos que podemos vencer”, afirmou.

A fase regular da Liga Europeia será disputada a partir do dia 21 de Novembro. Os vencedores de cada grupo são apurados directamente para a final a seis, agendada para os dias 27 a 31 de Maio de 2010.

Os segundos classificados disputam um “play-out”, jogado a duas mãos (10 e 17 de Abril de 2010), em que só duas equipas são apuradas para a fase final.

Nesta fase de grupos, a Espanha é o país mais representado, com um total de seis equipas, seguida da Itália com três, França, Portugal e Alemanha com duas e Suíça com uma.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.