Foi o jogador mais assobiado do encontro, isto porque jogava em casa azul e branca e o argentino jogou durante muito tempo com a camisola encarnada.

“Faltaram mais jogadores na nossa equipa. No final do encontro já estávamos muito cansados e com o FC Porto não se pode vacilar”, disse Mariano Velasquez, em conferência de imprensa após a derrota e consequente eliminação da prova europeia, referindo-se ao facto da equipa italiana deixar-se vencer quando tinham uma vantagem de 0-2.

O ex-benfiquista reconheceu também outras fragilidades na formação italiana: “O Follonica não é uma equipa muito competitiva e acho que não iria longe na Liga Europeia. O FC Porto é um justo vencedor”.

Mariano Velasquez aproveitou a ocasião para anunciar o regresso à Argentina para jogar com o irmão Panchito no Sindicato de Empregados do Comércio.

O jogador argentino, que aponta o FC Porto como um dos favoritos, juntamente com Barcelona e Valdagno, disse ainda ter ficado muito satisfeito por regressar a Portugal. "É sempre bom regressar. Vivi aqui muitos anos".

A equipa de hóquei em patins do FC Porto venceu esta tarde o Follonica de Itália por 5-2 no Dragão Caixa, em jogo da segunda mão do "Play-off", e garantiu a presença na "Final Six" da Liga Europeia.

O FC Porto terá agora pela frente o temível Barcelona, em jogo já a contar para a "Final Six" da Liga Europeia, a ser disputado no dia 27 de Maio e no dia seguinte reencontra o Valdagno.

O lote da "Final Six" fica então constituído pelas equipas espanholas do FC Barcelona, Pati Vic, Esportiu Noia e Réus, os italianos do Valdagno e a equipa portuguesa do FC Porto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.