Em declarações ao jornal 'Record', o presidente da Federeção Portuguesa de Patinagem revelou que já respondeu à carta aberta escrita por Frederico Varandas, presidente do Sporting.

"Sobre a carta aberta só tenho a dizer que já respondi ao sr. Frederico Varandas, mas não vou comentar publicamente o seu teor. Posso adiantar que o processo está a correr no Conselho de Disciplina da Federação e que já solicitei uma audiência ao sr. secretário de Estado da Juventude e Desporto [João Paulo Rebelo], para debater a violência no desporto", afirmou Luís Sénica.

Esta quarta-feira, Frederico Varandas, escreveu uma carta aberta à Federação Portuguesa de Patinagem, divulgada no site do clube de Alvalade. Dirigindo-se diretamente a Luís Sénica, presidente do organismo, o dirigente leonino aborda a "incompreensível Ausência de Condenação Pública das Agressões no Jogo FCP vs SCP".

Recorde-se que no passado dia 16 de março, o FC Porto recebeu o Sporting no pavilhão Dragão Caixa para a 20.ª jornada do nacional de hóquei em patins. Nesse encontro, o diretor-geral das modalidades do Sporting, Miguel Albuquerque, queixou-se de ter sido agredido "por uma pessoa com a camisola do FC Porto" no fim da primeira parte do jogo entre as duas equipas, tendo responsabilizado o diretor do andebol dos ‘dragões', José Magalhães, e o administrador da SAD portista, Adelino Caldeira, apelidando-os de "os verdadeiros culpados das agressões".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.