A equipa de hóquei em patins do FC Porto foi castigada com três jogos à porta fechada devido aos incidentes verificados no clássico da 20ª jornada com o Sporting em que o diretor das modalidades leonino, Miguel Albuquerque, foi agredido.

Na sequência das agressões a Miguel Albuquerque e da sua mulher num camarote no Dragão Caixa, o Conselho de Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal (FPP) decidiu castigar o FC Porto com três jogos de suspensão e uma multa de 1160 euros.

Recorde-se que esta decisão do Conselho de Disciplina da FPP surge no seguimento da denúncia apresentada pelo Sporting após os incidentes verificados durante o jogo da 20ª jornada do campeonato nacional de hóquei em patins em que Miguel Albuquerque e a sua mulher foram agredidos por um adepto do FC Porto num dos camarotes do Dragão Caixa.

Quando faltam quatro jornadas para o final do campeonato nacional de hóquei em patins, o FC Porto lidera a prova com três pontos de vantagem sobre Sporting e Oliveirense. Caso se confirme o castigo, a equipa azul e branca de hóquei em patins vai defrontar o Riba D'Ave e o Turquel à porta fechada nos jogos da 24ª e 26ª jornada respectivamente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.