A fundação do circuito europeu de golfe juntou-se hoje a Ricardo Melo Gouveia no apoio às vítimas do ciclone Idai e ‘dobrou’ os 450 euros que o jogador português doou pelos nove ‘birdies’ conseguidos no Hero Indian Open.

Antes do início do torneio, que decorre em Nova Deli, Melo Gouveia anunciou, na sua página oficial no Facebook, que iria doar 50 euros por cada 'birdie' (uma pancada abaixo do par do buraco) e 75 por cada 'eagle' ou melhor (duas ou mais pancadas abaixo), às vítimas atingidas pela passagem do ciclone Idai em Moçambique, Zimbabué e Maláui.

Melo Gouveia, que hoje falhou o ‘cut’ do torneio, marcou nas duas primeiras voltas nove ‘birdies’, o que equivale a uma doação de 450 euros e, na rede social Twitter, anunciou depois que a fundação do circuito europeu de golfe decidiu juntar-se à sua doação, disponibilizando um valor igual, perfazendo o total de 900 euros.

Pelo menos 493 pessoas morreram em Moçambique após a passagem do ciclone Idai, em 14 de março, e das cheias que se seguiram.

O último balanço, apresentado pelas autoridades, aponta ainda para 1.523 feridos e 839.748 pessoas afetadas pelo desastre natural de 14 de março e uma área submersa de 669.903 hectares (6.699 quilómetros quadrados).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.