Os golfistas norte-americanos Bryson DeChambeau e Brooks Koepka terminaram na quinta-feira a primeira volta do Masters, em Augusta, empatados na liderança, ambos com 66 pancadas, seis abaixo do par.

Na volta inaugural do primeiro ‘major’ do ano, DeChambeau fez nove ‘birdies’ (uma pancada abaixo do par) e três ‘bogeys’ (uma acima), enquanto Koepka não fez qualquer ‘bogey’, terminando com seis ‘birdies’.

“Não me importa o que os outros estão a fazer, só me importa o que eu faço”, frisou Koepka, número 4 mundial, que soma três ‘majors’ no seu currículo, face aos dois triunfos no US Open (2017 e 2018) e um nos Campeonatos PGA (2018).

O também norte-americano Phil Mickelsen está logo atrás, isolado no terceiro lugar, com 67 pancadas (cinco abaixo do par), secundado pelo compatriota Dustin Johnson e o inglês Ian Poulter, que repartem o quarto posto, ambos com 68 (quatro abaixo).

Seguem-se cinco jogadores com 69 (três abaixo) e 10 com 70 (duas abaixo), empatados no 11.º posto, entre eles o norte-americano Tiger Woods, vencedor de 14 ‘majors’, o último em 2008, que marcou quatro ‘birdies’ e dois ‘bogeys’.

“Sinto que joguei bem e controlei a bola. Joguei assim outras vezes e consegui quatro jaquetas verdes [prémio para o vencedor], pelo que espero fazê-lo outras vez”, afirmou Tiger Woods, que ganhou em Augusta em 1997, 2001, 2002 e 2005.

Tiger, de 43 anos, também venceu três vezes o Open dos Estados Unidos (2000, 2002 e 2008), três o The Open (2000, 2005 e 2006) e quatro o PGA Champioship (1999, 2000, 2006 e 2007).

Mais atrás, na tabela, no 44.º lugar, com 73 pancadas (uma acima do par), seguem o norte-irlandês Rory McIlroy e o campeão em título, o norte-americano Patrick Reed, que fez um ‘eagle’ (duas pancadas abaixo do par), dois ‘birdies’ e cinco ‘bogeys’.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.