O Sporting 'vingou' hoje as derrotas nas duas últimas finais da UEFA Futsal Champions League, ao vencer o Inter Movistar, por 5-3, na primeira meia-final da primeira edição da Liga dos Campeões.

Em Almaty, no Cazaquistão, os 'leões' procuravam ultrapassar o 'trauma' com a equipa de Ricardinho e conseguiram-no num encontro em que Dieguinho foi a grande figura, ao fazer um 'hat-trick' (24, 30 e 36 minutos).

O Sporting viu-se em desvantagem aos seis minutos, com um autogolo de Pedro Cary, mas Déo empatou (06) e Cardinal fez o quinto golo dos 'leões' (40), com Bebé (37) e Gadeia (40) a marcarem para o clube recordista de troféus (cinco).

Cavinato deu o primeiro aviso do Sporting, aos dois minutos, mas acabou por ser o Inter a marcar primeiros aos seis, pouco depois de Ricardinho, algo apagado, ter atirado ao poste da baliza 'verde e branca'.

Pedro Cary, infeliz, desviou para a própria baliza um remate de Humberto, mas, apenas nove segundos depois, Déo concluiu na perfeição uma jogada individual com um remate de fora da área.

Com as duas equipas a evitarem cometer erros, foram escassas as oportunidades de golo, com os dois guarda-redes a defenderem com menor ou maior dificuldade as tentativas de golo, quase todas de fora da área.

Antes do intervalo, Dieguinho impediu com as costas que o companheiro Cavinato colocasse o Sporting em vantagem.

Contudo, o brasileiro redimiu-se na segunda parte, ao marcar três golos, o primeiro aos 24 minutos, na sequência de um pontapé de canto, já depois de Merlim ter acertado no poste instantes antes.

A tarefa do Inter Movistar complicou-se ainda mais quando, aos 28 minutos, Elisandro, ex-jogador do Benfica, foi expulso por agressão a Cardinal.

Ainda dentro dos dois minutos de vantagem numérica, o Sporting voltou a marcar, novamente por Dieguinho, a aproveitar um ressalto na área para bisar.

Já com o Inter Movistar a jogar com guarda-redes avançado, o Sporting aproveitou duas recuperações de bola para marcar mais dois golos com a baliza aberta, por Dieguinho (36) e Cardinal (40).

O risco permitiu também ao conjunto espanhol marcar dois golos por Bebé (37), que fazia o papel de guarda-redes avançado, e Gadeia (40).

Pela quarta vez na final da principal prova europeia, os 'leões' buscam o primeiro título e vão defrontar o vencedor do embate entre Kairat Almaty, anfitrião da 'final four', e o FC Barcelona.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.