O Nagoya Oceans, treinado pelo português Pedro Costa, sagrou-se este domingo bicampeão japonês de futsal, ao vencer por 3-2 o Shriker Osaka, na segunda mão da final do campeonato, e arrecadou o 11.º título em 12 possíveis.

O técnico luso recorreu às redes sociais para reagir ao título conquistado. "Para além dos que amo não há nada que me faça mais feliz... Ganhar é como uma droga! Parabéns ao Nagoya Oceans, aos meus jogadores e a todo o staff que me acompanha nos bons e maus momentos", escreveu o antigo jogador do Benfica.

"Apesar de estar a festejar tão saborosa conquista, convém lembrar que este ano ainda temos a Taça do Japão para conquistar", rematou ainda Pedro Costa.

Após a derrota no primeiro jogo em casa, por 3-2, o conjunto de Nagoya foi a Osaka vencer com golos de Ryosuke Nishitani (09 minutos), Pepita (11) e Waltinho (27), enquanto Mizuho Inada marcou os dois tentos da formação da casa, ambos aos 36.

Apesar de uma igualdade 5-5 no agregado dos dois encontros, o Oceans foi consagrado campeão devido ao melhor desempenho na fase regular da prova, em que terminou no primeiro lugar, com mais 23 pontos que o segundo, precisamente o Shriker Osaka.

O conjunto de Nagoya consolidou ainda mais a hegemonia do futsal no Japão, conquistando o 11.º título em 12 edições do campeonato, sendo que apenas não venceu em 2016/17.

Pedro Costa, antigo internacional português, que orienta o Oceans desde 2015, arrecadou o oitavo título pelo emblema de Nagoya, o terceiro como treinador, depois dos cinco conquistados como jogador entre 2010 e 2015.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.