Luís Conceição lamentou a derrota de Portugal este domingo, na final do Europeu feminino, frente à Espanha. O técnico reconhece que faltou sorte à equipa lusa.

"Hoje não fomos felizes. Temos de ser competentes naquilo que fazemos, mas também precisamos de ter aquela ponta de sorte. O resultado é um pouco desnivelado para a qualidade das seleções e pelo o que foi demonstrado, mas há dias assim. Cada jogo tem uma história e hoje não fomos felizes", começou por dizer.

"No futuro, de certeza que vamos continuar a estar nestes grandes jogos e as coisas vão cair para o nosso lado. Não foi por hoje termos perdido que se vai colocar em causa todo o trabalho e percurso que fizemos", garantiu.

Numa análise mais detalhada ao jogo da final, Luís Conceição destacou a exibição da guarda-redes adversária e nota que faltou "saber controlar as emoções".

"Penso que neste jogo podíamos fazer mais duas partes de 20 minutos que não íamos conseguir fazer um golo. Temos de ser competentes e rigorosos, mas há dias em que a bola simplesmente não entra. Também encontrámos uma excelente guarda-redes espanhola, que sempre que tentávamos defendeu uma série de situações de golo", disse.

"Entrámos um pouco ansiosos e hoje era dia de jogar mais com o razão do que com as emoções. Tínhamos de saber controlar as emoções e só conseguimos quando estávamos a perder 3-0 e o resultado já era muito confortável [para a Espanha]. O facto de jogar em casa dá-nos umas vantagens, mas também uma certa pressão", rematou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.