Fernando Santos, selecionador de futebol, e Jorge Braz, de futsal, marcaram presença no Fórum da Associação Nacional de Treinadores de Futebol, que está a decorrer em Portimão, no Algarve.

Os dois técnicos que estiveram presentes no painel 'Ser Campeão Europeu' defenderam que ter o melhor do mundo pode não bastar para se ganhar sempre.

"Ter o melhor do mundo, não chega, não resolve tudo. Acrescenta qualidade, soma, torna-se mais fácil, porque o jogo é o somatório das partes, não é um e o resto. As individualidades são importantes e acrescentam vantagens para o coletivo", frisou o selecionador Fernando Santos.

Por seu lado, Jorge Braz concordou com a opinião do selecionador da equipa de futebol, mas quis deixar elogios ao melhor do mundo no futsal.

"Com dez Ricardinhos safava-me sempre", disse o técnico de futsal, citado pelo jornal O Jogo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.