O Benfica, recordista de vitórias na prova, qualificou-se hoje pela 13.ª vez para a final da Taça de Portugal de futsal, ao vencer o Fundão por 2-1, com três golos na segunda parte, em Gondomar.

No final do jogo, o treinador das 'águias', Joel Rocha mostrou-se satisfeito com o resultado e também com o apoio dos adeptos encarnados.

"Amanhã vai ser o dia [vencer pela primeira vez uma final da Taça ao Sporting]. Com o pavilhão vermelho e branco, porque hoje, nos momentos de enorme dificuldade, foi o pavilhão e a equipa que nos trouxeram a sorte a audácia que os campeões precisam. E amanhã vamos conseguir", garantiu o treinador do Benfica.

Joel Rocha referiu que "o Fundão tem mérito, é organizado e tem jogadores internacionais de grande qualidade e levou-nos aos limites de exaustão. Não haverá campeão sem sofrimento, nem superação. O Benfica foi um justo vencedor e o Fundão um digníssimo vencido, num excelente jogo de futsal."

"Estou plenamente satisfeito com o resultado final e com a simbiose na segunda parte criada com a bancada. Só quem está ali sente o poder invisível que os nossos adeptos nos dão. Provavelmente, foram eles a conduzir o remate do Pauleta ao poste e dar-nos a vitória nos 40 minutos", afirmou Joel Rocha.

Por fim, o treinador lembrou que "o Benfica veio a Gondomar com um objetivo claro, ganhar a Taça de Portugal, não a ninguém em particular. O que temos feito toda a época é olhar para o adversário sem olhar à cor, nome ou clube e amanhã [domingo] vamos identificar as características do adversário e manter do princípio ao fim o que nos trouxe aqui, tudo fazer para levar a taça".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.