O ciclista esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) foi hoje o vencedor da 10.ª etapa da Volta a Espanha, um contrarrelógio de 36,2 quilómetros entre Besançon e Pau, que lhe permitiu conquistar a camisola vermelha.

Nesta 'visita' da caravana aos Pirinéus franceses houve um português em destaque, Nélson Oliveira (Movistar), que foi autor do quinto melhor tempo - a 1.02 minutos do primeiro - entre os 166 ciclistas que ainda estão na prova.

Roglic, um dos favoritos à vitória final, está agora com uma liderança confortável de 1.52 minutos sobre o segundo, o espanhol Alejandro Valverde (Movistar).

O colombiano Nairo Quintana, também da Movistar, que estava de vermelho vestido, hoje foi somente 27.º, a 3.06 de Roglic, e caiu para quarto lugar, a 3.00.

O novo líder venceu em 47.05 minutos, à média de 46,131 quilómetros por hora, deixando o neozelandês Patrick Bevin (CCC) a 25 segundos.

Na classificação geral, Roglic tem 1.52 sobre Valverde, 2.11 sobre o colombiano Miguel Angel López, da Astana, 3.00 sobre Quintana e 3.05 sobre o esloveno Tadej Pogacar, da UAE Team Emirates, que fecha o top-5.

Na quarta-feira, a etapa é entre Saint-Palais e Urdax-Dantxarinea. São 180 quilómetros com duas contagens de terceira e uma de segunda categoria.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.