O ciclista irlandês Sam Bennett (Bora Hansgrohe) aproveitou uma das últimas etapas para sprinters na Vuelta e 'bisou' na competição, ao ser primeiro em Oviedo, no final de uma tirada marcada por uma queda coletiva perto do final.

Nas sinuosas ruas do centro de Oviedo, a fuga envolveu uma vintena de corredores e atrasou muitos mais e deixou o caminho aberto para Bennett triunfar nesta 14.ª etapa, entre San Vicente de la Barquera e Oviedo (188 quilómetros),

Entre os que caíram e se magoaram sem gravidade de maior estavam o espanhol Alejandro Valverde (Movistar) e o esloveno Tadej Pogacar (UAE Emirates), respetivamente segundo e terceiro da geral.

Pelas regras da corrida (porque a queda foi nos últimos três quilómetros), foram creditados com o mesmo tempo do vencedor, o mesmo sucedendo ao líder da Vuelta, o esloveno Primoz Roglic (Jumbo Visma), que não caiu, mas atrasou-se, na confusão gerada.

Bennett, de 28 anos, repetiu a vitória em etapas da Vuelta, agora em 4:28.46 horas, à frente do argentino Maximiliano Richeze (Deceuninck) e do belga Tosh Van der Sande (Lotto Soudal).

Roglic segue primeiro, com 2.25 minutos de avanço sobre Valverde e 3.01 sobre o esloveno Pogacar. A 3.01 está o colombiano Miguel Angel Lopez (Astana) e Nairo Quintana (Movistar) segue a 3.33.

Numa primeira fase, a organização não atribuiu o mesmo tempo a Quintana, mas depois retificou o erro.

Domingos Gonçalves (Caja Rural) não iniciou a etapa, deixando o contingente luso reduzido a quatro.

Ruben Guerreiro (Katusha) foi mais uma vez o melhor, em 13.º, com o mesmo tempo do vencedor, e mantém o 19.º lugar da geral, a 18.13.

Hoje, Ricardo Vilela (Burgos BH) também não perdeu tempo, enquanto que Nelson Oliveira (Movistar) atrasou quase quatro minutos e Nuno Bico (Burgos BH) mais de 11.

Na geral individual, Oliveira está em 63.º, a 1:29.00, Vilela em 91.º, a 1:52.05, e Bico 162.º. a 3:16.28.

No domingo, disputa-se a 15.ª etapa, entre Tineo e o Santuario do Acebo, nas Astúrias e com um traçado muito montanhoso de 154,4 quilómetros - serão quatro subidas de primeira, a última especialmente dura.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.