O ciclista belga Remco Evenepoel (Deceuninck-QuickStep) defende hoje a liderança na 46.ª Volta ao Algarve na subida ao Malhão (Loulé), ponto final da quarta etapa da prova, que arranca em Albufeira.

Evenepoel parte para os 169,7 quilómetros entre Albufeira e o alto do Malhão empatado em tempo com o segundo classificado, o alemão Maximilian Schachmann (Bora-hansgrohe), e com dois segundos de vantagem sobre o irlandês Daniel Martin (Israel Start-Up Nation) e o português Rui Costa (UAE Emirates), respetivamente terceiro e quarto da geral.

Entre os participantes da 46.ª edição, apenas o português Amaro Antunes (W52-FC Porto) e o polaco Michał Kwiatkowski (INEOS) podem repetir triunfo no ponto mais alto de Loulé.

O pelotão vai partir de Albufeira às 12:30 e, antes de enfrentar a primeira contagem de montanha do dia, uma terceira categoria em Picota (ao quilómetro 66), irá ultrapassar duas metas volantes, em Paderne (km 12,5) e Loulé (km 52,7).

Antes de o Malhão aparecer duplamente no trajeto dos ciclistas, estes terão ainda de superar outras duas contagens de terceira categoria, a primeira no Barranco Velho, ao quilómetro 104, e a segunda em Alte, ao 132,2.

O melhor está, no entanto, reservado para o final, com a primeira escalada ao ponto mais alto de Loulé a acontecer a partir do quilómetro 143,9. Aí, o pelotão enfrentará pela primeira vez os 2,5 quilómetros com inclinação média de 9,9% da subida mais conhecida da ‘Algarvia’, antes de percorrer um circuito final, que este ano é mais curto do que é costume, fixando-se em meros 20 quilómetros.

A segunda passagem pela contagem de segunda categoria coincidirá com a meta, estando a chegada dos primeiros corredores prevista para as 17:07.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.