O ciclista espanhol Samuel Sánchez, campeão olímpico em 2008, foi suspenso por dois anos, por doping, referente a um controlo realizado em agosto de 2017, anunciou hoje a União Ciclista Internacional (UCI).

Neste quadro, Sánchez, agora com 41 anos e sem equipa, poderá regressar a 16 de agosto deste ano, com a UCI a "aceitar a probabilidade", depois de "exame atento das explicações e provas apresentadas", de a violação das regras estar ligada a um "suplemento contaminado".

Sánchez está sem equipa, depois daquela em que estava, a BMC, o ter dispensado na sequência do resultado positivo da amostra B, por hormona de crescimento humano.

A situação ocorreu fora de competição, em vésperas da Volta a Espanha.

O castigo ainda poderá ser recorrido pela Agência Espanhola Antidopagem e pela própria Agência Mundial Antidopagem.

Segundo na Volta a França em 2010, vencedor de cinco etapas na Vuelta, entre 2005 e 2007, Sánchez foi um dos destaques da Euskaltel, por quem correu de 2000 a 2013, antes de assinar pela BMC.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.