O australiano Rohan Dennis, atualmente na INEOS, disse hoje que “razões familiares” fizeram-no abandonar a Volta a França em bicicleta de 2019, a meio da 12.ª etapa, quando estava ao serviço da Bahrain-Merida.

O abandono precipitou uma série de problemas entre as duas partes e a saída do campeão do mundo de contrarrelógio em 2018 e 2019, acontecendo na etapa anterior a um ‘crono’, no qual seria um dos favoritos.

“Razões pessoais e familiares [surgiram], pela pessoa em que me estava a tornar, devido à situação ou ambiente em que estava. Estava a causar com que fosse, digamos assim, alguém que não era bom ou feliz, nem bom de ter por perto”, atirou, após o fim da primeira etapa do Tour Down Under.

O sucedido causou uma rutura entre as duas partes, depois de uma investigação da equipa, e Dennis, de 29 anos, venceu o ‘crono’ dos Mundiais já sem clube, o que aconteceu em setembro, levando-o a assinar pela INEOS para 2020 e 2021.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.