O ciclista francês Arnaud Démare, da Groupama-FDJ, foi hoje o vencedor da 10.ª etapa da Volta a Itália, marcada por uma queda no último quilómetro, que afastou do ‘sprint’ final alguns dos favoritos.

Os 145 quilómetros entre Ravena e Modena foram cumpridos em 3:36.07 horas por Démare, à frente de um pequeno grupo de uma dezena de ciclistas que escapou à queda coletiva que, a 800 metros da meta, 'vitimou', entre outros, o alemão Pascal Ackermann (BORA-Hansgrohe), já vencedor de duas etapas.

A queda final e consequente 'corte' não teve consequências em termos de tempos e, na classificação geral individual, o italiano Valerio Conti (UAE Emirates) prossegue com a camisola rosa, segura por 1.50 minutos sobre o esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.