A Volta aos Emirados Árabes Unidos (EAU) em bicicleta foi cancelada após “dois participantes italianos terem acusado positivo” ao novo coronavírus Covid-19, informou hoje o Conselho dos Desportos de Abu Dhabi, sem especificar a função das pessoas infetadas.

“Tomámos esta decisão para assegurar a proteção de todos os participantes na prova. A segurança é uma das nossas principais prioridades”, informou aquela entidade dos EAU em comunicado.

A Volta aos Emirados Árabes Unidos foi hoje cancelada, quando faltavam duas etapas para o final.

Antes do anúncio do cancelamento da prova velocipédica, que no final da quinta etapa, hoje disputada, era liderada pelo britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), as equipas e os membros da organização receberam uma nota que estabelecia a proibição de sair dos hotéis.

O diretor da Volta aos Emirados Árabes Unidos, Mauro Vegni, deslocou-se ao hotel dos ciclistas para se reunir com diretores desportivos e avaliar a situação, tendo saído dessa reunião a decisão de cancelar a segunda edição da prova, a única do WorldTour disputada no Médio Oriente.

De acordo com o site velocipédico italiano Tuttobici, as autoridades locais vão realizar testes a todos os ciclistas, ‘staff’, jornalistas e membros da organização alojados nos dois hotéis reservados para a caravana, de modo a descartar uma eventual infeção por Covid-19.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2.800 mortos e mais de 82 mil pessoas infetadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Além de 2.744 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Portugal teve, nas últimas 24 horas, 27 novos casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus (Covid-19), totalizando 52 até hoje, dos quais 16 se encontram a aguardar resultados laboratoriais, indicou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.