A FIBA África realiza, de 05 a 14 do corrente, o Afrobasket-sub-16 em masculino no pavilhão desportivo Vává Duarte na cidade da Praia, prova que conta com o concurso de seleções nacionais de dez países.

O torneio, segundo o presidente da Federação Cabo-verdiana de Basquetebol (FCBB), vai contar com a participação das seleções nacionais de Cabo Verde (equipa anfitriã) da Argélia, de Angola, do Congo, da Costa de Marfim, do Egipto, da Guiné Conacri, da Tunísia, do Ruanda.

Mário Correia disse que a logística para este evento continental já está praticamente montada, prevendo ainda para esta quarta-feira o início da chegada das equipas, bem como dos oficiais da FIBA, de modo que a reunião técnica se realize na quinta-feira, véspera do arranque da prova.

A organização conta realizar quatro jogos diários, nesta já denominada “festa africana de formação de basquetebol”, o que para a federação nacional da modalidade enquadra-se na sua visão de dotar os jovens atletas nacionais de experiências competitivas, por forma a familiarizarem-se nestas andanças competitivas.

Esta é uma metodologia encontrada pela FCBB para alterar a forma dos jogadores se prepararem para os trabalhos da seleção principal, já que tem tido prática os atletas chegarem aos seniores sem qualquer experiência a nível dos escalões de formação.

Acredita o dirigente federativo que torneios de tipo poderão servir de trampolim para o futuro, porquanto os atletas adquirem experiência e ritmos competitivos para se chegarem ao escalão principal sem quaisquer sobressaltos.

A selecção cabo-verdiana vai ser orientada tecnicamente pelo técnico Danielson “Mutombu” Miranda que tem vindo a alinhavar a estratégia com os selecionados no pavilhão Vává Duarte.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.