As equipas seniores masculinas de basquetebol do Petro de Luanda e 1.º de Agosto defrontam-se, a partir do dia 10 deste mês, na sétima final do campeonato nacional em sistema de play off, a melhor de sete jogos.

Os “militares” venceram cinco das seis épocas em que estiveram envolvidos os dois melhores emblemas da bola ao cesto no país, sendo a última em 2018 com parciais de 4-1 nas séries que nunca conheceram a “negra”, ou seja sétima e decisiva partida.

Desde a implementação deste método, em 1999, o maior que já aconteceu é as “vassouradas” (4-0) de ambos os lados. O Petro fê-lo na primeira edição e o D’Agosto desforrou-se na quinta, isto em 2003.

A formação afecta às Forças Armadas superou ainda o arquirrival nas finais de 2000, 2001 e 2004, todas por 4-2 nas séries.

No entanto, o campeonato já registou 11 edições com finais em sistema de play off e estas equipas têm outras aparições em finais com adversários distintos, nomeadamente o Interclube e o Recreativo do Libolo, este último já extinto.

O Petro esteve em oito finais e ganhou duas, ao passo que o 1º de Agosto conquistou oito campeonatos em nove presenças.

Nas épocas 2002 e 2005, o 1.º de Agosto suplantou o Interclube, por 4-0 e 4-1, respectivamente.

O sistema vigorou de 1999 a 2005, tendo conhecido um interregno de nove anos (experimentou-se outros modelos de disputa como a "final four"), e voltou a ser introduzido em 2015, ano em que os "tricolores" superaram o Libolo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.