O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, enfatizou hoje o orgulho pela vitória do português Nelson Évora no triplo salto dos Europeus de Berlim, sublinhando a capacidade competitiva do atleta de 34 anos.

“O Nelson Évora leva o nome de Portugal uma vez mais ao lugar mais alto do pódio numa competição internacional. Consegue conquistar mais um título de campeão da Europa e acrescenta pelo menos 17,10 metros ao enorme orgulho a que Portugal está já habituado a sentir com as suas provas”, afirmou.

Em declarações à Lusa, o governante, que tem a pasta do Desporto, vincou a “grande qualidade, taticismo e combatividade” do triplista luso, que este domingo juntou, finalmente, o título europeu às conquistas em Mundiais (2007) e Jogos Olímpicos (2008).

“Com uma grande emoção demonstra-nos cada vez mais a força que tem, a competitividade que tem e dá-nos uma alegria enorme a todos”, acrescentou.

Nelson Évora subiu ao lugar mais alto do pódio, com a marca de 17,10 metros, ladeado por Alexis Copello, do Azerbaijão, que conquistou medalha de prata (16,93), e pelo grego Dimitrios Tsiámis, que arrecadou o bronze (16,78).

Esta foi a segunda medalha de ouro para Portugal na competição, após o triunfo de Inês Henriques nos 50 km marcha, o que levou Tiago Brandão Rodrigues a fazer um balanço “francamente positivo” da prestação portuguesa e a felicitar a Federação de Atletismo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.