A Europa derrotou, esta terça-feira, em Minsk os Estados Unidos, por 724,5 pontos contra 601,5, no final de dois de provas de atletismo de pista, no que ficou conhecido como o primeiro 'The Match' da modalidade.

Com quatro atletas de cada lado a pontuar em cada prova, a supremacia da Europa já se notava no final da jornada de segunda-feira e hoje reforçou-se, até atingir uns inesperados mais de 120 pontos de diferença.

Duas atletas portuguesas, que competiram na segunda-feira, contribuíram para a vitória do 'velho continente' - Patrícia Mamona foi segunda no triplo, com 14,21 metros, e Irina Rodrigues quarta no disco, com 60,87.

A menos de um mês dos Mundiais de Doha, grande parte das principais figuras optou por se resguardar e não aceitou o convite da associação europeia de atletismo (EUA) e da federação dos Estados Unidos (USA Track and Field).

Foi o caso de Pedro Pablo Pichardo e Nelson Èvora, inicialmente pensados para o triplo salto masculino.

Na jornada de hoje, o resultado mais saliente foi a derrota de Maria Lasitskene no salto em altura, o que já não acontecia há oito meses. Apenas tinha perdido uma das 19 competições anteriores, para a sua compatriota Anna Chicherova.

A proeza foi cometida pela jovem ucraniana Yuliya Levchenko, que 'limpou' todas as alturas até 2,02 metros, não falhando também os 2,04 por muito.

Estiveram representadas em Minsk a maioria das provas do calendário oficial de pista, sendo que não se correram 5.000 e 10.000 metros (substituídas pelos 3.000 metros) e 4x400 metros masculinos e femininos (no seu lugar apareceu uma estafeta mista, da mesma distância).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.