Os profissionais de saúde vão ter inscrições gratuitas nas provas de atletismo organizadas pelo Maratona Clube de Portugal, como homenagem ao seu trabalho na luta contra a pandemia da covid-19, anunciou hoje o clube.

"Porque enquanto uns não podem correr, outros não podem parar, o Maratona Clube de Portugal, em reconhecimento do esforço realizado pelos médicos e enfermeiros portugueses no combate à pandemia, decidiu oferecer inscrições a estes profissionais, para as suas provas, a partir de outubro 2020", lê-se no comunicado do clube.

Assim, estes profissionais poderão inscrever-se gratuitamente na Maratona de Lisboa, na Meia Maratona de Lisboa e na Mini Maratona, marcadas para 11 de outubro, assim como no Grande Prémio de Natal, que se corre em 13 de dezembro.

“Num período em que temos que estar em casa para salvaguardar a nossa saúde e a de todos, há quem não o possa fazer. Os médicos e os enfermeiros estão na frente desta batalha, correndo riscos elevados e sofrendo um enorme desgaste que enquanto cidadão não posso deixar de elogiar. O Maratona Clube de Portugal quer demonstrar o seu reconhecimento ao esforço realizado por estes profissionais e fazer uma humilde, mas sentida, homenagem oferecendo-lhes inscrições para as provas em que venham a querer participar. Queremos que as nossas provas sejam mais uma homenagem popular aos verdadeiros heróis dos dias que vivemos”, disse o presidente do Maratona, Carlos Móia.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 428 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 599 pessoas das 18.091 registadas como infetadas.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa quatro mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.