A delegação paralímpica cabo-verdiana estreou-se este domingo no Mundial Special Olimpic em Abu Dhabi 2019, nos Emirados Árabes, com a conquista de medalhas de ouro e prata nas disciplinas dos 200 e 100 metros, respectivamente.

Na prova dos 200 metros, António “Titio” Santos sagrou-se campeão do mundo, ao passo que Adérito Nunes arrecadou a medalha de prata, nesta mesma disciplina.

Os atletas cabo-verdianos voltam a competir hoje e terça-feira, nos 110 metros em outras disciplinas.

Os Jogos Mundiais da Special Olympics são referenciados como uma Organização Desportiva Internacional de pessoas com deficiência intelectual, que decorrem de 14 a 21 do corrente, em Abu Dhabi.

A comitiva cabo-verdiana é integrada pelos atletas Adérito Nunes, António “Titio” dos Santos, Tamires Rodrigues, Marlene Levy, pelos treinadores Paulo Soares (Praia) e Jaqueline Reis (Sal), pelo presidente Rodrigo Bejarano, enquanto “Chair Person” pelo médico Ernesto Ramos, numa missão chefiada pelo secretário-geral Elton Gonçalves.

Considerado o maior evento desportivo e humanitário, os Jogos Mundiais da Special Olympics, deste ano, contam com o concurso de 7.000 atletas em representação de mais de 170 países para participar em 24 disciplinas desportivas olímpicas, sancionados oficialmente.

A região da África está representada por 36 países participantes, com mais de 600 atletas a competir nesta edição que conta com mais 14 novos Comités Fundadores do Movimento da Special Olympics.

Cabo Verde estreia-se neste mundial, assim como Burundi, Chade, Congo, Guiné Equatorial, Etiópia, Guiné-Bissau Guiné Conacri, Lesoto, Libéria, Madagáscar, Moçambique, Níger e Sudão do Sul.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.