Os organizadores das Olimpíadas da capital japonesa, o governo do Japão e o Comité Olímpico Internacional acreditam firmemente que os Jogos - com inauguração prevista para 24 de julho - seguirão em frente como planeado, apesar do pânico global instalado.

Porém, os residentes de Tóquio tem uma opinião diferente. Veja o vídeo abaixo

Na terça-feira, o COI reiterou o comprometimento com a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 em pleno e nas datas previstas, de 24 de julho a 09 de agosto, por não existir "necessidade de quaisquer decisões drásticas".

“O COI continua completamente comprometido com os Jogos Olímpicos Tóquio2020 e, a mais de quatro meses antes do arranque dos Jogos, não há necessidade de quaisquer decisões drásticas neste momento. Qualquer especulação será contraproducente", refere um comunicado do organismo.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 189 mil pessoas, das quais mais de 7.800 morreram. Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 81 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 146 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde elevou na terça-feira o número de casos confirmados de infeção para 448, mais 117 do que no dia anterior, em que se registou a primeira morte no país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.