Bruno de Carvalho recorreu às redes sociais para partilhar uma crónica originalmente publicada no blog "banco de suplentes", em que critica os sete candidatos à presidência do Sporting e compara as eleições de dia 8 de setembro a um serão em família "onde estão os Tios, os Sobrinhos e os emplastros… Jogam às cartas mas com um baralho viciado e por muito que se baralhe são sempre as mesmas cartas a cada um."

Esta publicação surge no dia em que surgiu a notícia, mais tarde confirmada por Jaime Marta Soares, de que Bruno de Carvalho teria desistido da providência cautelar para para que fossem suspensas as ações disciplinares que o impediam de concorrer ao ato eleitoral.

Pouco depois, o presidente destituído do Sporting esclareceu que não desistiu de ser candidato às eleições presidenciais do clube de Alvalade e aproveitou para garantir aos seus apoiantes que irá impugnar as mesmas, caso a Comissão de Gestão mantenha a data para dia 8 de setembro.

Confira a publicação na íntegra:

"A MINHA CRÓNICA DE 1 DE SETEMBRO

ELEIÇÕES - UM JOGO DE CARTAS VICIADO - A VERDADE SOBRE CADA UM DOS "7 CANDIDATOS"

Estas eleições fazem-me lembrar aqueles serões em familias onde estão os Tios, os Sobrinhos e os emplastros… Jogam às cartas mas com um baralho viciado e por muito que se baralhe são sempre as mesmas cartas a cada um. Confuso, cada família tem esta constituição e os malabarismos são inerentes à condição se ser humano. É mais forte.

Naquela noite o Tio sentou-se à cabeceira e sob a batuta do Sobrinho que não estava presente mas tinha de controlar o jogo começaram:

1. O Tio abre o jogo a matar.

Ricciardi manda o Bruno Mascarenhas oferecer dinheiro a pessoas influentes ou dos núcleos para serem contra mim e a favor do Tio… tristes trastes… Quem oferece e quem aceita… Lesou quase todos os portugueses, quando saiu, empurrado da Haitong, os chineses descobriram que o prejuízo afinal era o triplo do que ele dizia. Perdeu, por ordens do Banco de Portugal, a licença de poder ser banqueiro… mas diz que foi o melhor de 2016… o melhor amigo do Tio é o Sobrinho. O Tio não teve filhos e por e isso é muito chegado ao Sobrinho.

Depois começam os emplastros familiares a tentar fazer jogo com as suas cartas

2. Fazendo de Bruno mas diferente, Benedito apresenta como trunfo o agente de jogadores André Cruz (ídolo especial com quem já eu trabalhava na prospecção de atletas no Brasil visto ser agente) como Director Desportivo…

Não satisfeito, Benedito apresenta outro trunfo, Schmeichel para as relações públicas do SCP sendo que o mesmo já o faz no Manchester United… Vai fazer uma dobradinha…

Mas Benedito entra para ganhar e apresenta na sua Lista Pedro Miguel Moura e Ricardo Andorinho, que, como atletas do Clube foram brilhantes, mas, cada um quando foi para a Federação da sua modalidade o Sporting passou a não ganhar. Aquelas coincidências que acontecem só neste Clube…

Mas isto não chega, Benedito quer jogar mais 2 trunfos: atacar-me para não destoar muito e não dar tanto nas vistas e apresentar Rui Meireles como CEO.

Quanto a mim Benedito disse-me pessoalmente e por mensagens, quando ele ainda jogava, que quando perdiam queria que eu fosse ao balneário “mandar vir com eles”, que eles precisavam e era melhor do que me verem de má cara…

Agora como bom hipócrita diz que ele quer fazer diferente e não como eu fazia pois eu interferia muito… Eu fazia com que ganhassem muito, isso sim. Era um farol que com a exigência de Atitude e Compromisso fez-nos ganhar muitos títulos.

Não lhe saiu bem e foi um tiro no pé direito.

Quanto a Meireles o mundo desabou e ele ainda está a decidir se recolhe a carta totalmente ou não… Perante os acordos é possível retirar completamente a carta ou apenas fazer um recuo estratégico?

3. Varandas, o emplastro dos pensos rápidos e da “guerra” de bastidores, também foi apresentando os seus trunfos. O último foi a apresentação de Beto Acosta (o nosso matador e grande amigo) como Embaixador na Argentina… Mas Beto Acosta já era o nosso embaixador na Argentina… que se passou… foi uma viagem paga?

Esse trabalho de embaixador que era feito não remunerado passa a ser remunerado? É que temos Embaixadores do Clube (não remunerados) em quase todos os países – antigos atletas. Agora vai ser tudo a pagar?

Mas Varandas tem lançado trunfos atrás de trunfos. Foi buscar a “mãe” de 20 anos de horror no Clube. Os pais eram os presidentes do CD e ele como Presidente “eterno” da MAG Rogério Alves era a mãe. Esse sim teve todos os motivos para fazer, nesses 20 anos, o que acabou por acertar com JMS fazer-me a mim. Claro que depois de acordos com todos os seus famosos clientes.

Mas Varandas jogou um trunfo pesado, foi buscar Miguel Albuquerque para dizer “não valho” nada, nunca liguei nenhuma às modalidades, bem como às equipas médicas que supostamente liderava para as mesmas, mas pelo menos este ganha e leva atrás alguns crentes… Miguel Albuquerque usado quebra todas as regras de funcionário mas até percebo pois a “necessidade” faz o “engenho”.

Mas a Varandas saiu um resto de jogo pobre… Jogou tudo mas o bluff começa a não resultar. Está mais que percebido que Varandas escondeu-se durante os acontecimentos de Alcochete mas no final fez um vídeo a rir-se e a pedir para filmarem as fivelas, sendo que esse vídeo mais a foto da cabeça de Bas Dost saiu 5 minutos depois para a CM. As desculpas em cada Núcleo que vai, têm com resposta, o riso ou o desprezo. Não “colam” as mentiras.

Também não se saiu bem quando JJ mostra o jogo a todos na sua entrevista dizendo que Varandas e ele esconderam os jogadores, durante toda a semana que antecedeu o jogo da Taça, tomando todas as decisões sozinhos, criando um ambiente pesado sem necessidade numa Academia onde nunca tinha nada acontecido e onde deveriam ter voltado a trabalhar normalmente no dia seguinte. Cada jogador foi treinando na sua terra e como quis…

Jogou tudo, ficou sem jogo para continuar.

4. Tavares Pereira, aquele emplastro bonzinho que todos gostam. É “querido”, a par de Varandas, paga para as pessoas estarem presentes nos seus almoços e jantares… Apenas quer tirar, estragar o meu jogo, retirando-me cartas sem eu ver, dizem “fontes próximas” pois sabe que nunca ganhará, nem de perto, mas, tem uma missão a cumprir neste jogo ensaiado ao milímetro.

5. Dias Ferreira é o As de trunfo. Um institucionalista por natureza, tendo já saído de um programa de TV aos empurrões a um dos colegas e abandonando outro a meio. Uma forma vintage de escrever no Facebook posts criticáveis mas com a máxima “uma imagem vale mais que mil palavras”. Ele não escreve, envergonha em directo e ao vivo. Contrariado sai de uma sala esteja quem tiver. O Senhor diplomacia! Mas havia que fazer uma equipa e vai buscar dois trunfos ex-Bruno.

Luís Natário para Vice do Futebol. Luís Natário é do grupo Ricardo Pina Cabral e Rui Morgado. Cada um mais nocivo que o anterior. Mas porque Natário é um trunfo tão grande….

Então vejamos no tempo de Godinho Lopes trouxe com Pina Cabral a célebre Doyen para o Sporting… No meu tempo apresentou um chinês que ia ser a solução de todos os males do Clube que acabou preso por corrupção no futebol…

Com Natário tudo isto volta mais à figura sinistra de Luís Rasquete. Nem vou fazer nenhuma graça com o nome mas condiz com a sua ciência do futebol. Sabem quem é? Ainda bem que não, pois existem pessoas que nem merecem ser conhecidas. Este senhor Natário e o futebol têm a mesma relação da água com o azeite… não se combinam…

Não arrasado com esta escolha vai buscar para vice das modalidades Jorge Sanches o eterno suplente “irreverente” do meu mandato. O homem que mais falava e que menos fazia. Um trunfo que estava sempre em guerra com o comandante Vicente Moura e com Rui Caeiro…

Ele e o seu amor às modalidades… E lá lhe foram dando tarefas: um documento de como achava que se deviam organizar as modalidades – aceitou a tarefa mas nada fez. Foi-lhe dada a oportunidade de ficar responsável por algumas Modalidades nomeadamente o Andebol. Aceitou a tarefa mas nada fez. É o ser mais falante mas menos actuaste que já vi. Constantemente a mandar prints de textos de outros sobre filosofia mas trabalhar ficava para os outros. E estes são dos trunfos, imaginem o resto da equipa… Mas não é só aqui que ele triunfa…

Brás da Silva, o candidato que nunca chegou a ser por ter sido mandado parar por generais angolanos, agora já teve o ok para avançar como Vice. Um trunfo de força que demonstra que o Tio e o Sobrinho dominam as cartas todas. Mas o melhor estava para vir.

O apoio de Carlos Vieira o pai da reestruturação de 2013/2014 e agora de Março… o Carlos Viera está para estas reestruturações como o Zé Cabra para a música. É um fenómeno oco. Rui Veloso diz ser o pai do Rock, José CiD diz ser a mãe, e Carlos Vieira fica com o papel do Zé Cabra, sabe a letra toda, mas nada fez para as músicas terem sucesso que não fosse cantar e mal.

Carlos Vieira é um trunfo pois eu sempre deixei passar a imagem de que ele era muito bom… mas, no fundo foi o que sempre tinha sido um excelente director de contabilistas… Ele a somar e a diminuir num Excel o trabalho dos outros é máquina e a fazer relatórios de contas que demonstram o trabalho dos outros um Ás.

Mas mais fiquei admirado quando vi a forma mendicante de Vieira e dos famosos 5… O tacho ficou longe e começaram a oferecer-se a todos e qualquer um… É que poucas foram as Listas que não se ofereceram. Aceitou Dias Ferreira um homem de quem Carlos Vieira disse “cobras e lagartos” nos últimos tempos e o afastou do negócio de onde já o Tio tinha sido afastado. E o que significa que Dias Ferreira estava a tratar da reestruturação com Carlos Vieira. Para não me rir vou fazer uma pausa de 1 minuto e recomeço… Ora então vamos lá…

Estávamos a negociar a recompra da dívida total aos bancos e Dias Ferreira, o homem que nunca, repito nunca, ganhou um tostão com o seu Sporting estava com no seu gabinete metido e iria começar a facturar mesmo sem nada ter ainda acontecido… ver Carlos Vieira a falar de reestruturações é música de Zé Cabra nos meus ouvidos… Infelizmente um arrogante que até nas minhas costas mandou parar o empréstimo obrigacionista que eu descobri e reactivei a 100% quando o mandei passear literalmente à China para não me arranjar mais problemas que nunca entendi…

Não entendi porque ele ficou no Sporting para nada fazer da reestruturação de Março se não umas reuniões que eu tinha sempre de estar presente pois a ele não lhe ligavam nenhuma. Mandar parar sem autorização o empréstimo obrigacionista em curso, decidir não pagar impostos, ir estragando a reestruturação de Março que eu idealizei e encabecei, e ele ao tentar se intrometer ia estragando tudo (como fez durante dois anos com a GALP tendo eu que intervir e resolver de vez).

Carlos Vieira só teve um motivo para ficar no Sporting, instituição que ele dizia não lhe dizer muito, aliás sempre foi mais entusiasta do FóFó e que só lá estava por mim… e depois altos valores se levantam, cozinhados, universidades em África… Um verdadeiro menino de coro.

Com estes 4 trunfos e o seu passado altamente institucional Dias Ferreira está apresentado. Dias Ferreira montou uma lista à pressa, como todos os restantes 6 e nada lhe correu bem.

6. Rui Rego tem um programa cheio de chavões comuns e escolhe para liderar a SAD um sócio do Sporting que é do Benfica… Paulo Lopo. Mas isso no nosso Clube até não é virgem… Vieira foi sócio pelo menos 11 anos… por causa das costas… este deverá ter outra causa medicinal.

Apresentado está Rui Rego que apenas conheço por me ter sido apresentado faz uns anos por Dias Ferreira como seu braço direito no escritório de advogados. Agora só sei que votou a minha destituição e faz disso bandeira e quer colocar directamente o Benfica na SAD. Brilhante esta lista.

7. Madeira Rodrigues que todos já conhecem das eleições de 2017, defensor da minha expulsão de sócio trouxe também um programa cheio de chavões como a formação e o seu tempo de atleta, tem feito de Ranieri a sua bandeira e nada tem acrescendo ao que mostrou no ano passado.

Tendo como homem forte da comunicação António Duarte, o homem do Godinho Lopes e quem paga a campanha. Esses sim dos e-mails do caso Benfica. O seu azar é o naipe de trunfo não ser o de paus pois ele tem lá todos. Vítor Ferreira o homem que foi expulso por unanimidade do CD e da SAD em 2015, aquele que mostra papéis aos moderadores e depois diz “eu não mostrei nada”. O homem que defendia que tinha de ter um carro, salário é um cartão de crédito…

Depois vem Mário Saldanha que sai em conflito comigo porque os lugares atribuídos ao CL no Estádio não eram dignos. Explicado que os lugares onde estavam antes eram vendáveis e que o Sporting precisava de receitas refutou com “isso não me interessa, eu sou Mário Saldanha”. Depois vem o paus Rogério de Brito, presidente da câmara de Alcácer do Sal entre 1994 e 2005 que resolveu um problema gravíssimo ao grupo BES através da Rio Forte, a famosa Herdade da Comporta que Rogério de Brito “resolveu” e como prémio sai directo da Câmara para um lugar remunerado no Clube. Como diz o povo português “uma mão lava a outra”. Depois o Rei de paus José Pedro Rodrigues o homem que queria que o Sporting lhe pagasse cerca de 20k por empurroezinhos no caso Odivelas. Negou numa AG, foi confrontado com documentos e meteu o rabo entre as pernas…

Depois o Valete e a Dama de Paus na MAG Rui Morgado, afastado por mim por ser um interesseiro do grupo Natário / Pina Cabral / Luís Rasquete… um barraqueiro e como vice tem o braço direito do Pedro Miguel Moura de Benedito e irmã de Dias Ferreira… Não tendo trunfos Madeira Rodrigues tenta fazer pontos com o seu naipe de paus… Faz-me lembrar os meus tempos de miúdo dos piratas de perna de pau!

E a final do jogo está marcado para 8 de Setembro. Ganhe quem ganhar o jogo está marcado.

Mas o Casino não está pelos ajustes e quer este jogo viciado parado, trazido um baralho novo e não marcado, para recomeçar tudo.

Porque até o jogo tem regras, princípios, valores apesar da “casa” ganhar sempre! Mas, este jogo de cartas tem de ser diferente e tem de ser uma demanda pela Lei e pela Democracia. Será um novo conceito de “jogo de cartas”, um novo conceito de “naipe de trunfos” mas custa e temos de ser resilientes e fortes.

As cartas são lançadas, vamos ver se as cartas são recolhidas e num ambiente normal se pode ir a jogo olhos nos olhos."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.