O Sporting de Braga recorreu às redes sociais esta quarta-feira para reagir à arbitragem do encontro de ontem, em que os 'arsenalistas' consideraram que a sua equipa foi prejudicada no empate com o FC Porto (1-1), das meias-finais da Taça de Portugal.

Com o empate desta terça-feira, os ‘arsenalistas’, que tinham perdido por 3-0 na primeira mão, no Porto, ficaram arredados da final, no Estádio Nacional, e o Sporting de Braga considera que árbitro Manuel Mota e o videoárbitro Rui Oliveira influenciaram o desfecho.

"O estado da arte" é a legenda que acompanha uma imagem com três lances do jogo, em que o Sporting de Braga considera ter sido prejudicado.

A primeira imagem mostra o lance que viria a dar o golo de Paulinho com cruzamento de Ricardo Horta aos 14 minutos de jogo, que foi depois anulado por recurso ao VAR por fora de jogo. Lance este que tinha já sido comentado pelo presidente do Sporting de Braga, António Salvador, que considerou que Ricardo Horta estava em linha e a ferramenta só deveria anular lances que correspondam "claramente a decisões erradas".

As duas imagens seguintes mostram dois lances em que os 'arsenalistas' ficaram a reclamar bola na mão de Éder Militão e de Wilson Manafá - aos 9 minutos e aos 40 minutos e que, em caso de ser assinalada 'mão na bola', o Sporting de Braga teria oportunidade de bater duas grandes penalidades.

Veja os vídeos dos lances polémicos:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.