Depois da derrota (2-1) no Estádio do Dragão, Paulo Alves apresentou triste com um resultado que ele considera injusto.

“O desconsolo é evidente, acima de tudo pelo comportamento da equipa. Temos que estar orgulhosos pelo que conseguiram demonstrar no Dragão, perante um adversário superior em termos de tudo e mais alguma coisa. Jogamos sempre para ganhar e se calhar merecíamos mas qualquer coisa pelo que fizemos… Dividimos o jogo, estivemos por cima algumas vezes, mas não fomos muito clarividentes no último terço”, começou por dizer na entrevista rápida à RTP, não querendo falar em “vitórias morais”.

“Não acredito que as derrotas sejam moralizadores. Não queremos vitórias morais, não me dizem nada. Perdemos aqui e é preciso dar os parabéns ao FC Porto que fez dois golos. Agora é seguir o caminho em frente, continuar a fazer o que temos vindo a fazer, que é o que tenho a certeza que vai acontecer porque tenho aqui gente de caráter”, concluiu.

O FC Porto venceu hoje o Varzim, por 2-1, em jogo dos quartos de final da Taça de Portugal em futebol, disputado no estádio do Dragão, e garantiu o apuramento para a meia-final da competição.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.