Na antevisão à meia-final da Taça da Liga, frente ao Vitória de Guimarães, Sérgio Conceição foi questionado sobre as dificuldades que o FC Porto revelou nas últimas duas edições da prova ao cair nas grandes penalidades, frente ao Sporting, afirmando que os problemas são todos os momentos do jogo.

"O problemas são os cantos, os lançamentos laterais e os frontais, são todos os momentos dos jogos que nós trabalhamos e as grande penalidades também trabalhamos, como parte da preparação do jogo, tal como outros fatores do jogo", afirmou.

O técnico dos 'dragões' comentou as críticas ainda de que foi alvo, depois da derrota frente ao FC Porto, desvalorizando-as, afirmando que as mesmas não podem afetar o seu trabalho.

"Eu não tenho de comentar criticas dos adeptos. Não comento até porque, quando cheguei aqui tinha quatro anos em que não ganhei nada e normalmente as expetativas são baixas, a exigência acaba por baixar. Quando se consegue levantar o FC Porto, acabar com a hegemonia do Benfica, quando se ganha um campeonato a exigência começa a aumentar. Como eu sou um homem do futebol, gosto da pressão, gosto disto, não tenho de comentar as criticas dos adeptos. Se eu vou comentar essas opiniões todas não me foco no mais importante que é fazer com que os adeptos voltarem a não criticar. Quando ganho batem palmas, quando perco assobiam e mostram lenços. Os lenços brancos, utilizo-os para me assoar ou para limpar o suor. Isso não me pode condicionar no trabalho"

Por fim, Sérgio Conceição comentou o favoritismo teórico do FC Porto para a partida, afirmando que o interessa é o que acontece dentro de campo, não o favoritismo teórico.

"No plano teórico há sempre essa vontade de criar favoritismo pelo campo, ou por jogar em casa ou pelo histórico, aqui o que interessa são os 90 minutos. O que temos visto é o Vitoria a ser uma equipa teoricamente mais fraca, como no grupo da Liga Europa, mas foi uma equipa muito competente, com qualidade, tal como o seu treinador. Vamos apanhar uma equipa de grande qualidade", concluiu.

*Artigo atualizado às 13h22

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.