Pedro Proença considerou “injustas” as críticas do treinador do SC Braga, Abel Ferreira, quanto ao preço dos bilhetes da 'final four' da Taça da Liga. O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) recorda que até 27 de dezembro estes foram vendidos a cinco, 10 e 15 euros, passando depois para 10, 15 e 25.

"A venda da bilhética para a Taça da Liga teve duas fases. Uma primeira fase que se iniciou em julho e que terminou dia 27 de dezembro. E os preços era cinco euros, dez euros e quinze euros. Qualquer pessoas pôde comprar bilhetes a esse preço. Houve uma segunda fase onde estes bilhetes passaram para dez, quinze e 25 euros. Parece-me que tendo uma bilhética a estes preços parece-me absolutamente injusto esses comentários relativamente a esta matéria", defendeu Proença.

Durante a conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta quarta-feira frente ao Sporting para as meias-finais da Taça da Liga e confrontado com o facto de os 'guerreiros do Minho' jogarem em casa, Abel Ferreira deixou duras críticas à Liga.

"Espero que amanhã esteja uma boa casa, que os nossos adeptos compareçam em força. Mas, deixem-me dizer que se amanhã o estádio não estiver cheio, a culpa é da Liga. Fico triste quando olho só para o lado económico. Tirando isto, espero um grande espetáculo. Que os nossos adeptos, com mais ou menos recursos financeiros, venham ao jogo e criem uma onda positiva", atirou Abel Ferreira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.