O Benfica arrancou com o 'pé direito' na Taça da Liga ao vencer o Rio Ave por 2-1, em encontro da 1.ª jornada do Grupo A. Salvio e Rafa fizeram os tentos dos 'encarnados', Carlos Vinicius reduziu para os de Vila do Conde. No outro jogo deste grupo, registou-se um empate entre Paços Ferreira e Desportivo das Aves, num jogo a porta fechada, o que faz com que o Benfica seja o líder deste grupo. O próximo encontro do Benfica é na quarta-feira, na estreia na fase de grupos da Liga dos Campeões, na receção ao Bayer Munique.

Veja as melhores imagens do jogo

Já a pensar no embate da próxima quarta-feira na Luz com o Bayern Munique, da 1.ª jornada da Taça da Liga, Rui Vitória provocou uma verdadeira revolução no onze, com as entradas de Svilar, Conti, Yuri Ribeiro, Alfa Semedo e Rafa. Jardel e André Almeida, que foram titulares, passaram a ser os únicos totalistas até agora do Benfica. O Rio Ave, que também fez algumas mexidas no onze, não pode contar com Fábio Coentrão, que ainda não se encontra nas melhores condições físicas, além de Makaridze, Joca, Nuno Santos, Murilo, Ronan e Nelson Monte, todos lesionados.

Pelos primeiros minutos, deu para ver que este não seria um 'passeio' para o Benfica. O Rio Ave entrou a jogar de igual para igual, com bola de pé para pé, a criar muito perigo nas laterais, com os velozes Galeno e Gabrielzinho. Mas foi o Benfica a criar a primeira ocasião de golo, num remate de Seferovic que o guardiã Léo Jardim defendeu com mestria aos cinco minutos.

Depois de ameaçar também por Salvio, em mais uma defesa de Léo Jardim, o Benfica chegou a vantagem aos 20 minutos, na transformação de uma grande penalidade de Gabrielzinho assinalada sobre Seferovic. Quarto golo do argentino esta época, segundo de penálti. Um lance muito contestado pelos comandados de José Gomes.

O Rio Ave, a jogar sem medo na Luz, com um futebol apoiado tinha nos rapidíssimos Galeno e Gabrielzinho os homens mais perigosos, no apoio a Carlos Vinicius.

O Benfica, que tinha falhado o segundo golo por Gedson aos 42, chegou aos 2-0 por Rafa aos 50 minutos, num remate de trivela, depois de um grande lance de contra-ataque conduzido pro Salvio. O Benfica estava melhor no jogo, com mais espaço para jogar, como mostrou Seferovic que, sozinho na área, rematou para fora, após passe de Gedson, aos 59.

Veja o golo

No minuto seguinte este falhanço foi castigado com o golo do Rio Ave: Galeno fez do que quis de André Almeida (ganhou quase sempre ao lateral), colocou na área para Carlos Vinicius marcar, reduzir a vantagem 'encarnada' e relançar o jogo.

Veja o golo

Rui Vitória sentiu necessidade de reforçar o meio-campo e retirou o já 'amarelado' Alfa para lançar Samaris que, no primeiro lance, condicionou Galeno, com uma falta na zona das costelas, que deixou o ex-FC Porto em inferioridade física. Já José Gomes refrescou o ataque, com as entradas de Bruno Moreira, Furtado e Gelson Dala, retirando de campo os três avançados com que iniciou o jogo. O objetivo era claro: partir para o empate.

Mas era o Benfica quem estava mais perto do golo, como mostrou Pizzi aos 70 num remate dentro da área que podia dar golo e um corte de Júnio a evitar que Seferovic colocasse a bola na baliza, aos 73. Do outro lado foi Bruno Moreira a ter o empate na cabeça aos 88 mas o seu desvio, pressionado por Iuri Ribeiro, saiu por cima.

A equipa de Vila do Conde pressinou nos minutos finais mas sai derrotada da Luz. O Benfica mantém a tradição: nunca perdeu na Luz na Taça da Liga. No outro jogo deste grupo, registou-se um empate entre Paços Ferreira e Desportivo das Aves, num jogo a porta fechada, o que faz com que o Benfica seja o líder deste grupo.

O próximo encontro do Benfica é na quarta-feira, na estreia na fase de grupos da Liga dos Campeões, na receção ao Bayer Munique.

Veja o resumo do jogo

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.