Totti: "O mais provável é não voltar à Roma"

Antigo internacional italiano deixou o clube depois de Paulo Fonseca ser escolhido para treinador.
Totti:
SAPO Desporto

Em junho, Francesco Totti era diretor técnico da Roma e anunciou que iria deixar o cargo, por as suas opiniões não terem sido consideradas na escolha do treinador da equipa de futebol, o português Paulo Fonseca.

Cinco meses depois, o antigo internacional italiano falou sobre a sua saída, mas admitiu que não pensa voltar.

"Sou uma pessoa bastante sensível e admito que, se alguém me pedisse para voltar, ficaria bastante dividido. Mas o mais provável era dizer que não. Tenho que respeitar a decisão que tomei e continuar neste caminho", disse Totti.

Recorde-se que a demissão de Totti colocou fim a uma relação de 30 anos com o clube, no qual foi formado e que representou durante 25 épocas como jogador.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.