O treinador do Inter de Milão 'arrasou' o comportamento de Mauro Icardi para justificar a ausência do avançado argentino na derrota dos nerazzurri frente à Lazio de Roma. O técnico italiano não poupou críticas a Icardi e garantiu que o avançado argentino não joga porque o "grupo precisa de ter credibilidade".

"Perante a forma como Icardi se comportou, tinha de ficar de fora. Podia ter jogado 20/30 minutos, mas um grupo precisa de ter credibilidade", começou por dizer Spalletti.

"Dizem que perdemos jogos por causa da ausência de Icardi, mas o Inter falhou a presença na Liga dos Campeões durante alguns anos com Icardi, o Inter perdeu jogos piores do que este com Icardi… Messi faz a diferença, Cristiano Ronaldo faz a diferença, não Icardi. Profissionalismo e respeito são tudo. Já deixei jogadores de fora por bem menos e vou continuar a fazê-lo para manter a minha integridade enquanto treinador. Quero um plantel que se saiba comportar no balneário", acrescentou o técnico do Inter de Milão.

"Esta negociação com Icardi é humilhante. Estamos a mediar uma negociação com o objetivo de convencer um jogador a vestir a camisola do Inter, algo que milhares de adeptos gostariam de fazer. Não consigo perceber porque são precisos e-mails de advogados só para perceber se eu o vou convocar ou não", sentenciou Spalletti.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.