O Bolonha recebe este domingo a AS Roma, de Paulo Fonseca. Contudo, a equipa da casa vai estar mais uma vez sem o treinador Sinisa Mihajlovic no banco de suplentes, que se encontrar a lutar contra um cancro.

Nicola Sansone, avançado do Bolonha, lembrou que a equipa não luta por qualquer posição na tabela classificativa, nem objetivos europeus, mas sim pelo seu técnico.

"Nós não lutamos pela permanência ou pela Europa, lutamos por Sinisa Mihajlovic", começou por referir o jogador, antes de reforçar a união da equipa neste momento difícil.

"A doença dele atingiu-nos duramente, nós temos uma ligação muito forte com o nosso treinador. Somos uma equipa unida, queremos dar-lhe mais uma alegria e visitá-lo quando formos a caminho de casa", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.