A eliminação da Roma na 'Champions' frente ao FC Porto causou um autêntico hecatombe no clube da capital italiana.

A primeira cabeça a rolar foi a de Eusebio Di Francesco, que acabou por não resistir aos maus resultados.

Esta manhã a Sky Italia avança também que Monchi, o diretor desportivo também está de saída. Recorde-se que o dirigente viveu alguns momentos de tensão no aeroporto Sá Carneiro numa troca de palavras mais acesa com os adeptos romanos.

Já em relação ao comando técnico, Cláudio Ranieri é apontado em Itália como o sucessor de Eusebio Di Francesco.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.